Conteúdo exclusivo

Blog - Jurisprudência selecionada do STJ

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. INAPLICABILIDADE DA CLÁUSULA DE ELEIÇÃO DE FORO PREVISTA EM CONTRATO SEM ASSINATURA DAS PARTES.

04/09/2015

Na hipótese em que a própria validade do contrato esteja sendo objeto de apreciação judicial pelo fato de que não houve instrumento de formalização assinado pelas partes, a cláusula de eleição de foro não deve prevalecer, ainda que prevista em contratos semelhantes anteriormente celebrados entre as partes. O STJ tem entendido que, em hipóteses em que se discute a própria validade do contrato, o foro de eleição não prevalece (REsp 773.753-PR, Terceira Turma, DJ 24/10/2005; e CC 15.134-RJ, Segunda Seção, DJ 11/12/1995). Esse entendimento aplica-se ao caso em análise, uma vez que a validade do contrato está sendo objeto de apreciação nos autos principais exatamente pelo fato de não haver instrumento de formalização assinado pelas partes, o que demandará produção de prova a respeito e a futura definição quanto à sua validade ao ensejo da prolação da sentença. REsp 1.491.040-RJ, Rel. Min. Paulo de Tarso Sanseverino, julgado em 3/3/2015, DJe 10/3/2015 (Informativo 557). 

Comentários


  • Tentar outra imagem


Nenhum comentário

Nosso site mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, permitindo o aprofundamento dos debates. Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente da corrente ideológica ou divergência de ideias. Entretanto, o BLOG tem regras de conduta que devem ser respeitadas. Não serão aceitos comentários que, a critério do moderador: (a) contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter racista, discriminatório ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições ou que desrespeite a privacidade alheia; (b) configurem qualquer outro tipo de crime segundo a legislação pátria; (c) mensagens anônimas ou assinadas com e-mail falso; (d) Tenham cunho comercial ou de propaganda (spam), ou ainda reúnam informações de natureza pessoal (e-mail, endereço, telefone etc) do próprio comentarista ou de terceiros e/ou que contenham informações fora do contexto do blog. Não cumpridas essas regras, o BLOG reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio. O leitor que insistir em desrespeitar essas regras será bloqueado do nosso sistema de comentários. O site não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do BLOG.